A Lenda do Trem Fantasma



Adriano, Maurício e Gustavo, eram três amigos inseparáveis, que cresciam juntos desde a infância. No vilarejo onde eles moravam, uma estrada ferroviária passava nas proximidades, porém, já estava abandonada há muitos anos. Havia também naquele pequeno município, um senhor viúvo chamado Afonso, que se aposentou pela estrada de ferro, trabalhando mais de 30 anos de sua vida, onde no passado ele fora um excelente maquinista.

O senhor Afonso passava mais de 6 horas todos os dias, sentado no banco de uma antiga e pequena Estação de Trem, onde antigamente servia somente para embarque e desembarque de trabalhadores, ou seja, pessoas que trabalhavam numa empresa mineradora que se localizava nas redondezas daquele município.

Todos os moradores locais achavam muito estranho os hábitos do senhor Afonso e colocavam até mesmo a sua sanidade em dúvida, pois sempre que perguntavam o que ele estava fazendo ali, o velho respondia:

- Estou esperando ele voltar... Eu sei que ele vai voltar...

- Mas ele quem senhor Afonso? – Perguntavam os moradores e ele sempre respondia:

- O meu Trem, que irá trazer o meu filho de volta... E em seguida o velho deixava cair algumas lágrimas de saudades de seu filho e da sua antiga profissão. Mas o que pensar disso tudo? Se aquela estrada de ferro não funcionava mais, não tinha nenhuma locomotiva em atividade? Mas o velho sempre respondia a mesma coisa... No passado, o senhor Afonso por conta do destino havia perdido o seu único filho, que morreu tragicamente tentando saltar de sua locomotiva em funcionamento. Isso talvez tenha deixado profundas seqüelas na mente daquele velho maquinista.

Aqueles garotos Adriano, Maurício e Gustavo, após adquirirem uma certa idade de aproximadamente 8 anos, começaram a brincar em lugares mais afastados de suas casas, inclusive naquela velha Estação de Trem, onde encontravam todos os dias com o senhor Afonso. Eles ainda não sabiam da triste realidade que aquele senhor vinha carregando há muitos anos.

Em um determinado dia, os garotos então resolveram brincar com aquele velho, dizendo para ele que eles ouviram o barulho da locomotiva e que em breve ela estaria chegando ali naquela estação. Os olhos do senhor Afonso voltaram a brilhar de uma forma diferente. Ele se levantou imediatamente, retirou um pequeno pente de seu bolso e penteou rapidamente o seu cabelo para trás.

Num piscar de olhos, a cor do céu e todo o cenário em sua volta mudou e lá de longe vinha ela, a velha Maria-fumaça, apitando e fumegando como sempre, agora de encontro com o seu velho e amigo maquinista, o senhor Afonso.

- Meninos ! Vocês estão certos... o meu Trem está chegando e vem trazendo o meu filho ! Quero levá-los para um passeio !

Os garotos, encantados com toda aquela magia, nem prestaram muita atenção nos detalhes e queriam mesmo era dar uma volta naquele Trem.

Aquela Maria-fumaça, guiada por ninguém, então estaciona em frente aquela velha Estação e ele procura janela por janela, mas infelizmente não consegue encontrar o seu filho. Ele agora friamente sobe e entra na cabine. Os garotos também entram no primeiro vagão e se acomodam cada um em seu assento, onde aguardam pela janela o apito anunciando a sua partida. O trem então parte e some para sempre...

Meses depois, uma outra história se repetia naquele vilarejo. Três mães desesperadas se dirigiam todos os dias para aquela velha Estação de Trem e ali ficavam sentadas, aguardando o tempo todo.

Quando alguém lhes perguntava o que elas estavam fazendo ali, todas elas respondiam ao mesmo tempo:

- Estamos esperando eles voltarem...

E bem próximo dali, algumas crianças brincavam... Inclusive  uma delas acabava de gritar:

- Olhem, o Trem está chegando, eu acabei de escutar...



                              

4 comentários:

  1. Mais uma história de arrepiar! Adorei! Estava com saudades de vir aqui. Nesse final de semana pretendo colocar em dia a minha leitura, depois de tanto tempo e correria.
    Um beijo e parabéns!!
    Rosane

    ResponderExcluir
  2. Rosane,
    Essa história é uma lenda que eu criei...
    O poder do pensamento coletivo emanado por aquele velho senhor esperançoso e junto aqueles garotos que também entraram acidentalmente na mesma frequencia, conseguiram materializar aquela Maria-fumaça, porém, a desilusão de não encontrar mais o seu filho, transformou aquele bondoso senhor em um maquinista do mal, que a partir daquele instante iria levar para o além, todas as crianças e demais pessoas que invocassem o seu misterioso Trem Fantasma...

    Obrigado pela visita ! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa André, que linda história!!! Fiquei emocionada!!! Primeiro você escreve tão bem...e segundo o enredo é lindo!!!! Beijinhos e Boas Festas!!!

    ResponderExcluir
  4. Marli, que bom que gostou da história acima e
    obrigado pelo elogio, viu ! Agora preciso ir...
    pois o Trem está chegando...
    Boas Festas pra você também !!!
    Bjs

    ResponderExcluir