Amazonas e a Misteriosa Cidade Dimensional...


O computador de bordo mostrava, no lado esquerdo da tela, a altitude real de acordo com o radar secundário. Como sempre, aqueles dados eram reconhecidos pelo transponder do avião. Já do lado direito, o plano de voo era exibido e, aquele avião que havia passado por Brasília, desaparecera totalmente do radar primário... (Voo 1907).

Na aviação, essa estranha ocorrência é chamada de Fading, ou seja, quando todos os sistemas de navegação e comunicação saem do ar inexplicavelmente. Seria o desvio da atenuação que um sinal de telecomunicação de frequência modulada experimenta sob certos meios de propagação e isso pode variar de acordo com o tempo, posição geográfica ou frequência de rádio. Misteriosamente, esse fenômeno sempre ocorreu em uma região triangular da nossa milenar e grandiosa Floresta Amazônica.

De acordo com alguns relatos, vários pilotos que sobrevoaram essa região, entre Santarém, Manaus e Porto Velho, sabem que ali existe algo que pode aparecer de repente. Quem acompanhou a série americana LOST, sabe muito bem do que estou falando. As forças magnéticas que regem nosso universo podem deslocar mundos no espaço-tempo, um processo absolutamente incompreensível para nossa atual e rastejante ciência terrestre.

Dizem que são muitos e muitos pilotos que avistaram a mesma coisa: Uma cidade futurista, em plena região amazônica. Quando se encontram, a conversa dos pilotos gira sempre em torno do mesmo assunto, todos descrevem a mesma coisa: Aquela misteriosa cidade futurista que surge lá embaixo, do nada.

Pelos relatos é uma coisa extraordinária de se imaginar, pelo seu design e tecnologia visível, estaria talvez mil anos à nossa frente...

Dizem que um piloto, muito corajoso, resolveu se aproximar dessa cidade futurista. Assim que ele a avistou, preparou o seu avião para uma aterrissagem, já que lá havia uma imensa pista de pouso. Por muito pouco o avião não se espatifou naquelas imensas árvores da floresta, pois assim que ele acionou os flapes e o trem de pouso, num procedimento de descida, misteriosamente toda aquela imensa cidade desapareceu sob seus olhos.

Seu raciocínio rápido e a perícia em arremeter o avião livraram-no de um terrível acidente. Sua história confirma, mais uma vez, aquilo que muitos viram e sobre o que alguns não quiseram falar: A Misteriosa Cidade Futurista.

Assim como o Triângulo das Bermudas, aquela região da Floresta Amazônica poderia estar situada em uma faixa dimensional capaz de camuflar a existência de outro mundo, que talvez seja a nossa própria realidade num futuro distante. Possivelmente, nesse “mundo”, num desconhecido planeta chamado Terra, os viajantes das estrelas pousaram um dia e semearam vida humana.





* Pesquisa realizada 
  em vários sites na Internet.

* Texto: André Victtor.










Sobre o Vôo 1907 da Gol...

Em 29 de setembro de 2006 um Boeing 737-800 SFP (Short Field Performance) da companhia brasileira Gol Transportes Aéreos, prefixo PR-GTD, com 154[1] pessoas a bordo, desapareceu dos radares aéreos às 16h48min (UTC-3) enquanto cumpria a etapa de Manaus (MAO) a Brasília (BSB) do voo 1907.
Os destroços do avião foram encontrados no dia seguinte, 30 de setembro, em uma área densa de floresta amazônica na Serra do Cachimbo, a duzentos quilômetros de Peixoto de Azevedo, na região norte do estado de Mato Grosso. Não houve sobreviventes, o que o classifica como o segundo maior acidente aéreo do Brasil, ultrapassando a tragédia do Voo VASP 168, em 1982, em que morreram 137 pessoas no estado do Ceará; e sendo ultrapassado mais tarde pelo Voo TAM 3054, em Julho de 2007, onde morreram 199 pessoas em São Paulo. 
A Gol alterou o número do voo que faz a rota entre Manaus-Brasília-Rio. Deixando de identificar como G3 1907 e passando a ser identificada pela sigla G3 1587.  ( Wikipédia)


6 comentários:

  1. André, sua crônica está inteligentemente bem escrita.
    Sua descrição dos fatos é tão detalhada e perfeita que dá uma veracidade inconteste à história.

    Realmente há muitos relatos desses que eles chamam de "Ponto cego" aqui na região. Lembra muito as ocorrências no Triângulo das Bermudas no Caribe e do Triângulo do Dragão localizado no Japão onde ocorrem fenômenos que nossa vã ciência não explica.

    Parabéns pelo texto!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Então Bento, eu iria até mesmo perguntar isso para você que é ai de Manaus... e acabou nem precisando... Valeu, agradeço o comentário ! Abraço !

    ResponderExcluir
  3. Oiiiii André...que legal...eu já estive na região mas ñ escutei nada a respeito então ñ saberia dizer...é que para escrever meu livro eu precisei viajar para Manaus e depois desci o rio até Parintins, Santarém..Belém...é interessante isso aí...e vc nem me contou que tinha escrito algo sobre a Amazônia quando foi ao meu blog...vc é muuuito perverso! heheheeheh
    Bjs
    Marli

    ResponderExcluir
  4. Marli,
    Eu não lhe contei de propósito, pois queria deixar que você mesma descobrisse isso por conta...
    Veja que neste Blog tem vários tipos de contos.
    Ele é eclético e minhas histórias postadas aqui tem o objetivo de mexer com a imaginação do Autor.

    Pelo que fiquei sabendo, essa história acima é comentada somente entre pilotos de avião.
    Eles não deixam se identificar, caso contrário sua reputação profissional ficaria em jogo, entende ? Já no meu caso eu posso contar isso, pois escrevo Literatura Fantástica e minhas histórias envolvem casos sobrenaturais e extraterrenos...
    t+

    ResponderExcluir
  5. Boa Tarde, interessante o relato, talvez se olharmos por outro prisma possamos compreender o que acontece...Na visão espírita existem muitas "colonias" espalhadas por todo o planeta terra, estas colonias são para onde vão os espíritos das pessoas desencarnadas para aprenderem, trabalharem e evoluirem, até o momento da reencarnação. Se assistirem o filme Nosso Lar compreenderam o que falo. A cidade avistada e muito bem descrita indica claramente que se encontra acima da mata e não no lugar dela, assim como a colonia "Nosso Lar". Com certeza este lugar é uma destas colonias que são avistadas pelas pessoas que tem sua mediunidade mais desenvolvida ou possuem uma sensibilidade maior. Obrigado pela oportunidade...Luz e Paz, Jeferson.

    ResponderExcluir
  6. Jeferson,
    Concordo plenamente com você meu amigo! Poucas são as pessoas que tem essa sensibilidade ou mediunidade desenvolvida para receberem tais visões...
    " Na casa de meu Pai há muitas moradas "
    Obrigado pela visita e pelo brilhante comentário!
    Grande abraço fraternal!

    ResponderExcluir